Gente Carente

Armando Filho

exibições 3.312

Sou gente carente de amor
Os meus dias são dias de dor
Vejo crianças passando por mim
Sorriso alegre, coração feliz
Ter casa e comida
São coisas vitais
Isso não acho que é nada demais
Demais é ter lixo prá me alimentar
Não ter paz nem casa prá me abrigar
Não saber quem vai me restaurar.

Vou por aí a procura de alguém
Que me ajude a ser gente,
A ser homem de bem
Acho que não é querer de mais
Ter casa e comida
Sobretudo ter paz
Não ser mais um dos marginais.

Sou fruto de um mero prazer
De alguém que não quis me querer
Fui logo jogado nas ruas do mal
Talvez meu futuro me seja fatal.

Mas de você me ajudar
Eu vou acertar
Mas aja depressa
Pois tarde será
Se aqueles que dizem justiça fazer
Tiraram de mim a chance de ser
Alguém como hoje é você.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir