Foto do artista Arnaldo Baptista

Vou Me Afundar Na Lingerie

Arnaldo Baptista


Vou me afundar na lingerie, baby
Me perder na relatividade das pequenas
Eu já nem sei seu telefone, baby
Não vou mais ter remédio para dor de cabeça, meu bem

Ainda bem que agora eu não tenho cabeça
Ama-me ou deixe-me em paz
Imagine só
Xuxu beleza
Tomate maravilha
É a última moda

Tô deslanchando, pé embaixo, baby
Chegou a hora do evasée, fairlane 500, baby
Eu vou mais é me afundar na lingerie
Pra mim

Vou-me embora, vou pra casa mais cedo
Hei, cuidado que cavalo não desce escada
Eu subo, desço
Paz e amor

Xuxu Beleza
Tomate maravilha
É a última moda

A cidade e as serras me deslumbram, baby
Que horas são? Telefone pra você
Quem já dançou sempre tem medo dos homens, baby
Eu vou mais é me afundar na lingerie

Ainda bem que eu não tenho cabeça
Ama-me ou deixe-me em paz
Imagine só
Xuxu beleza
Tomate maravilha
É a última moda

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir