exibições 942

Seresta do Norte

Augusto Calheiros


Esta canção que inicio em serenata
Eu dedico àquela ingrata
Que a saudade faz lembrar
E através deste luar tão prateado
Violão fica ao meu lado
E acompanha o meu cantar

Ó Lua cheia, só tu sabes o tormento
De quem ficou no esquecimento
Sê solidária com a seresta
Abre o teu luar em festa
Diminui meu sofrimento!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog