(refrão):
Cai, cai, balão!
Você não deve de subir!
Quem sobe muito
Cai depressa sem sentir
A ventania
De tua queda vai zombar
Cai, cai, balão!
Não deixa o vento te levar

Numa noite de fogueira
Enviei a São João
O meu sonho de criança
No formato de balão
Mas o vento da mentira
Derrubou sem piedade
O balão de meu destino
Da cruel realidade

(refrão)

Atirada pelo mundo
Eu também sou um balão
Vou subindo de mentira
No azul da ilusão
Meu amor foi a fogueira
Que bem cedo se apagou
Hoje vivo de saudade
É a cinza que ficou

(intervalo instrumental)

(refrão)

Cai, cai, balão! (bis)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts