exibições 1.051

Por Um Milagre

B-Dynamitze


E, ai
Mal, num leito de hospital, inconsciente, já vivendo no sobrenatural


Não sei onde estou, o que estou fazendo aqui?
Olho para o lado, não quero conferir
Será que é uma luz que vai vir me buscar?
Será que Deus é que vai me livrar, me livrar do mal do colo do diabo
Não sei se morri, talvez escondi meu passado
Olho para baixo e vejo meu corpo, sendo operado por vários "loco"
Eu estou mal, estado vegetativo, num quarto de hospital
Minha vida é assim, e perdi a moral, não sei onde estou
Sou um paga pau
Eu agora vi o valor da humildade, perdi o valor da liberdade
Achava que era o "drão" batia no peito, ninguém me tira que eu sou um arrebento
E que tudo isso não valia de nada, depois que eu levei desgraça pra casa


Agora não sei porque estou aqui, fazendo esse som pra ti conferir
Aqui em cima é tudo branco, e bem no fundo ouço uma voz chorando
São meus famíliares do outro lado da sala, rezando por mim, pela minha caminhada
Que eu volte bem, que eles não digam: Amém
Que eu não vá para o além, será que tem? Sempre tem
Gente que se importa com você, te quer longe das drogas, do crime, do caminho
O maldito do caminho do diabo que fica te perseguindo
E o caminho é estreito pra ficar longe das drogas, "Deus escreve certo por linhas tortas"
Tem que pensar, parar e acreditar que é preciso fé em Deus pra continuar
A caminha é difícil e a vida é uma mar de espinhos
O foda é parar e escolher um caminho
Quase morri, e me arrependi e do planeto terra, eu quase parti
Mas se não fosse Deus, a força criadora, hoje não estaria com meu pai e minha coroa
Te digo: A fé em Deus é devastadora
Pois num leito de hospital, em estado mal, os médicos para a minha família tinham dado a real


"Só um milagre pode o salvar"
Mas ao contrário dele iria pensar
Na porta do céu com certeza cheguei, mas por vontade de Deus, parei e voltei
A ver meu corpo lá de cima, não consegui me conformar
Mas quando abri os olhos, pude acreditar
Que das orações, nenhuma foi em vão, acredito foi por isso que não fui para o caixão
Hoje faço um RAP, canto a real, se todos orassem a Deus não estariam tão mal
A inveja mata e muita gente já morreu, dos 10 mandamentos todo mundo se esqueceu
Se ninguém se ligou o fim do mundo já chegou: Atentados terroristas, mudanças climáticas
Contagem regressiva o fim do mundo tá em prática
De frente para a morte, na beira do abismo, como fênix das cinzas ressurgi
E agora mais um rapper falo por Gravataí
E acredite Deus existe, aqui a fé persiste
Nunca se intimide, mas sempre respeitando, só que harmonia e paz para os meus manos
Que parem de brigar e de se matar, porque Deus existe só basta acreditar
E nunca é tarde, para nós Dele lembrar
A gente até se esquece, mas ele não esqueceu
Chibatadas, as dores, por nós Ele morreu
E agora é isso que Ele recebe em troca, irmãos se matando por pedra e coca
Do jeito que está, aonde vai parar? Essa é uma pergunta que vai ficar no ar


Jesus morreu por nós, ninguém escuta sua voz
E eu não vo me esforçar se não escutaram a Dele
A minha é que não irão mais escutar
Se na porta do céu parei e voltei, nada foi em vão, pois esse RAP eu cantei
Vocês ainda vão fazer Jesus se arrepender, de ter morrido por nós
Pra deixar nós viver...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir