Tabuleiro da Cor

Banda Black Rio

exibições 2.070

O valente Zumbi no Quilombo reinou,
Sua luta vingou, povo Nagô
Chico Rei aportou, ouro negro brilhou
Alforria se fez, irmão da cor

Castro Alves rimou, em seus versos gritou
O que negro sofreu, Navio Negreiro
Isabel assinou, o negro não levou
O que ele iniciou, ninguém pensou

Negro cantou, negro chorou
Negro não perpetuou o sonhador
Xangô jogou xadrez
Tabuleiro da cor, ninguém ganhou

Luther King falou
Xeque - mate levou
E o jogo prosseguiu
Xangô jogou

Bispo Tutu andou
Torre branca acordou
Liberdade o irmão
Mandela ô

O Rei Branco mando
Nada mesmo mudou
E o conflito seguiu
Sem vencedor

No jogo da xadrez, cada cor tem sua vez
Não importa a cor,
Negro cantou

Ê, aê, aê, aê
Aê, aê, aê, aê
Aê, aê, aê, aê

Negro cantou, negro chorou
Negro não perpetuou o sonhador
Xangô jogou, jogou xadrez
Tabuleiro da cor, ninguém ganhou

O valente Zumbi
No Quilombo reinou,
Sua luta vingou, povo Nagô
Isabel assinou, o negro não levou
O que ele iniciou, ninguém pensou


Luther King falou
Xeque - mate levou
E o jogo prosseguiu
Mandela ô

No jogo e xadrez
Cada cor tem sua vez
Igualdade, irmão
Negro cantou!


Ê, aê, aê, aê
Aê, aê, aê, aê
Aê, aê, aê, aê

NEGO CANTOU, NEGO CANTOU, NAGO CANTOU
NEGO CHOROU, NEGO CHOROU

UNIDO A GENTE FICA EM PÉ; DIVIDINDO, CAI

BOOM, BYE - BYE, A BABILÔNIA CAI
E É TUDOEM NOME DELA
MIKE TYSON, STEVIE BIKO E MANDELA
2001 ATRÁS DAS GRADES DACELA
400 ANOS VIEMOS REMANDO, VIEMOS REMANDO
VIEMOS NOS ORÔES
PRESOS AOS TRILHÕES, AOS MILHARES, AOS MILHÕES
NO TABULEIRO DA COR
NINGUÉM GANHA, TODO MUNDO PERDE,
E É GERAL A DOR
BLACK ALIEN, BLACK RIO, BLACK BRASIL,
BLACK ÁFRICA, BLACK MUNDO
PEACE ALL

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir