Dias e noites se escondem
Se perdem sem direção
Vagam sozinhos no escuro
Dessa imensidão

Imagens que se repetem
Repelem o que é são
Expulsam e apagam memórias
Tudo que era bom

Refrão
E o que fazer quando se olha para trás
E tudo aquilo que se vê já não te convence mais?
Pra onde ir se tudo é escuridão?
Velas acesas pelo chão o levam pelas mãos

Paredes, salas encolhem
Sufocam com ingratidão
Me dão a clara idéia
Que foi tudo em vão

Avisos pelas paredes
Mudam a concepção
Alteram o tempo/espaço
Congelam a ação

A porta agora é fechada, a luz então apagada
No que se acreditava. o que você esperava?
A mente agora é escura, visões se vão, obscuras
Mensagens tão deprimentes em um coração ausente

Refrão
E o que fazer quando se olha para trás
E tudo aquilo que se vê já não te convence mais?
Pra onde ir se tudo é escuridão?
Velas acesas pelo chão o levam pelas mãos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts