O Romance Da Universitária Otária

Blitz


Essa é a história de uma universitária otária
Que não sabia se fazia oceanografia ou veterinária
Arquitetura aquela altura era loucura
M, as em compensação, comunicação era uma opção

Ela se dava bem, ela se dava bem
Ela se dava em redação

Era boa em línguas, mas não sabia beijar
Aí, um dia, um cara apareceu e disse
Eu sou o Abreu, muito prazer
Eu me lembro de você dos tempos do IBEU
Aí ela disse
Ai, Abreu, eu não sei o que eu vou ser
Eis a questão: Ser ou não ser
O que será que serei, O que será que vou ser

Aí, lá pelas tantas, O Abreu já tonto respondeu
Você está meio confusa, mas fica mais bonita assim sem blusa
Eu não queria falar, mas agora vou dizer

Todo mundo quer ir pro céu
Mas ninguém quer morrer

E por sorte ou por azar
Eles não passaram no vestibular
Moram juntos até hoje, mas resolveram
Não casar pra não complicar

Esse foi apenas um lance do
Romance de Aparecida e Abreu
Hoje moram no campo e
São dois grandes amigos meus
Vivem na natureza, na santa paz de Deus

Abreu, desce do coqueiro, o almoço tá esfriando!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Evandro Mesquita. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Douglas. Revisão por O. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog