exibições 1.897

Dois Destinos

Bob e Robison


Meu cabelo está molhado
De suor apaixonado de uma noite que findou
Minha cama desarrumada
Ela não está deitada, pois o dia já raiou
Ela volta ao seu emprego
Do destino sente medo que ele possa revelar
É mulher de dois destinos
De noite rainha do amor e de dia empregada exemplar

O teu corpo está surrado
Os teus olhos avermelhados, passa horas a chorar
Quem te olha te julga feliz
Mas tu chora porque sempre quis ser apenas rainha de um lar

O destino tão caprichoso
Te roubou o direito sublime de querer e poder amar
Te arrastou para as trevas da vida
Hoje é uma mulher perdida e não pode mais recomeçar
Tenha sede de querer ser mãe
Mas recorda que o medico disse que ela já se tornou incapaz
Sente o peso da idade chegando
E a solidão aumentando em seus dias já não tem mais paz

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Celia / Sebastião Ferreira da Silva / Sidney · Esse não é o compositor? Nos avise.
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.