Pisa forte nesse chão, ayôoo
Com os nobres guerreiros
A real no seu axé, vai balançar
Quando o senhor do tambor passar!

Agô laroyê!!!
O elo entre o homem e a natureza
Olodumarê revela os mistérios dos orixás
Xangô, com seu oxe liberta a divindade
Ayô, o seu batuque ecoou!
Desperta a musicalidade e aqui chegou!
A miscigenação erguendo terreiros
Herança desse solo brasileiro

O tambor da marujada, ginga no maracatu
Sou o rei dessa congada e brinquei de norte a sul
Seguindo a batucada, fui a festa do divino
E entre as fitas, eu voltei a ser menino

Nasce a arte de um povo
É samba, numa só voz
Malandros enamoram a boêmia
A poesia de todos nós
O amor, na batida ecoa
No surdo ressoa na palma da mão
São 35 anos pra cantar
Comemorar, é carnaval
Sou mocidade, sou tradição
Felicidade tá na toca do leão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Alê Lopes / Célia da Real / Fernando Negrão / Gustavo Santos / Marcio Arcas / Nikinha · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por João
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.