"A partir de agora
A música das Bichas
Aiiii! Ai!"

E venha cá meninas
Ai!
Venha todo mundo
Olha são as Bichas
Do Bonde do Maluco
Vem cá meninas
Venha todo mundo
Olha são as Bichas
Do Bonde do Maluco...

Ela não é virgen
Não é mais Donzela
Qual é o nome dela?
Ai! É Daniella!
Vem Daniella! Vem Daniella!
Vem Daniella! Vem Daniella!
Vem Daniella! Vem Daniella!
Vem Daniella! Vem Daniella!

Ela é branquinha
É a paulistinha
Qual é o nome da dela?
Birachisinha!
Vem cá menina! Vem cá menina!
Vem cá menina! Vem cá menina!
Vem cá menina! Vem cá menina!
Vem cá menina! Vem cá menina!

-Pare! Pare! Pare!
Pare! Pare!
Pare tudo!
"Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar
Não posso ver um picolé
Vontade de Chupar!"

Vem cá menina! Vem cá menina!
Vem cá menina! Vem cá menina!
Vem cá menina! Vem cá menina!
Vem cá menina! Vem cá menina!

Ela é branquinha
É toda malhadinha
Qual é o nome dela?
É Daninha!
Vem cá Daninha! Vem cá Daninha!
Vem cá Daninha! Vem cá Daninha!
Vem cá Daninha! Vem cá Daninha!
Vem cá Daninha! Vem cá Daninha!

-Pareeeeeeeeeee!
Que agora eu vou parar!
Gente estou aqui tão emocionada
Que eu vou fazer a minha poesia
Tá?
Prestenção!
"Do meu mundo eu quero amor
Do meu jardim quero uma flor
Daqui quero todos os homens
Para poder fazer amooooor"

Venha Daninha! Venha Daninha!
Venha Daninha! Venha Daninha!
Venha Daninha! Venha Daninha!
Venha Daninha! Venha Daninha!

Ela é magrinha
Ousada prá disgrama
Qual é o nome dela?
Ai! É Adriana!
Venha cá Adriana! Venha Adriana!
Venha cá Adriana! Vem Adriana!
Vem Adriana! Vem cá Adriana!
Vem cá Adriana! Vem cá Adriana!

-Pare! Pare! Pare!
Eu vou fazer minha poesia
Tá?
-Prá você?
-Não, prá todos os gostosos
Daqui!
"Eu tenho um segredo
Guardado no cofrinho
E eu quero um negão
Com a chave
Para abrir meu cadeadinho
Aiiiiiii!"

Vem Adriana! Vem Adriana!
Vem Adriana! Vem Adriana!
Vem Adriana! Vem Adriana!
Vem Adriana! Vem Adriana!

Ela é grandinha
Toda malhadinha
Qual é nome da biba?
É Danzinha!
Venha Danzinha! Venha Danzinha!
Venha Danzinha! Venha Dansinha!
Venha Dazinha! Venha Danzinha!
Venha Danzinha! Venha Danzinha!

-Fala sério!
Que babado!
Vou fazer a minha poesia
Porque eu sou lenha
"Eu sou uma mulher
Que sou guerreira
Seu eu fosse um animal
Com certeza
Seria uma borboleta
Para voar sobre o céu
Para rodar sobre o mar
E sob a purpurina
Poder me enfeitiçar
Não nasci mulher
Nasci homem, tanto faz
Se eu não posso
Dar pela frente
Eu me viro
E dou por trás"

Bicha malhadinha!
Agora a bicha vai roxar
Arroxa viado! Uiii!
Uiiii! Aiii! Uii!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir