Vem! Madrugada amiga
Vem fazer companhia, vem dizer que eu preciso
Olha se fui rude contigo
Tu me deste o motivo, pra o meu modo de agir

Desprezei meu orgulho em momentos talvez
Te abracei e beijei
Mas não acreditei, que eu estava amando
Das palavras vazias nasceram do nada
Não costumo perder, pois eu penso calada
Não é de mim me humilhar assim

Já esquecestes momentos felizes
Um cigarro após outro e o seu gesto tão louco
Seu olhar nos meus, as palavras não ditas
Sabe você que eu quero sentir
Te cobrir de carinhos te envolverem meus braços
E depois de tudo eu morrer de prazer

Já esquecestes momentos felizes
Um cigarro após outro e o seu gesto tão louco
Seu olhar nos meus, as palavras não ditas
Sabe você que eu quero sentir
Te cobrir de carinhos te envolverem meus braços
E depois de tudo eu morrer de prazer

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog