cura oh senhor a nossa nação, terra sedenta, seca e assolada
cura oh senhor a nossa nação, estenda a tua mão
sara senhor a terra, os alicerces corroídos
desgatados pela violência, frutos da política, irmão mata irmão
cura com seu santo bálsamo sublime as estruturas da nossa nação
mortalidade infantil, nas ruas meninas violentadas
jovens drogados, famílias destruídas

uh uh , estenda a tua mão

tua santa saliva, um dia o solo maldito tocou
a terra, o barro, santo se tornou
a escama da cegueira venceu
abriu os olhos ao cego
deixa hoje tua santa saliva cair nesse mar de dor
corrupção e lágrimas, vem senhor curar a nossa terra

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir