Sou primeiro homem na Lua
Fazendo o que ninguém já fez
Sou aquele homem na rua
Amando pela décima vez

Sou apenas um ser humano
Que precisa sonhar
Antes de ir trabalhar

O que será, será
Quem viver, verá

Ouço o que dizem as palavras
Mesmo quando não dizem nada
Só que a vida não teria sentido
Se você não estivesse comigo

E, juntos, não há nada a temer
Pois todo aquele que dá
Mais terá o que receber
É inútil nadar contra a corrente
Afinal, quem decide é o coração

O que será, será
Quem viver, verá
O que será, será
Quem viver, verá

Não há noite que não se acaba
Onde toda estrela é você
Vinte e quatro horas por dia
Num céu que já não cabe em mim

E, juntos, não há nada a temer
Pois todo aquele que dá
Mais terá o que receber
É inútil nadar contra a corrente
Afinal, quem decide é o coração

O que será, será
Quem viver, verá
O que será, será
Quem viver, verá
O que será, será
Quem viver, verá
O que será, será
Quem viver, verá

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Claudio Rabello / Franco De Vita. Essa informação está errada? Nos avise.
Legendado por Júnior. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts