exibições 103.506

Os Novos Donos (part. Xamã)

Buddy Poke


[Buddy]
Alô, alô, alô, teste
Testa o mic da festa, que mais tarde tem batalha aqui na Oeste
Depois vamos pra Lapa, então avista os cria, invadindo a traseira do 397

É que os vizinhos tão tudo puto, corta o mic, porque já é meia noite e pouca
Menozada louca, tão merecendo uma moca, sofoca o lazer da praça ao invés de ir beijar na boca

A tia da barraca se amarra nos menor louco, sempre lucra um troco
Por isso paga o aluguel do som em troca
Vende cocada e coca, que sabe que a praça lota
De gente que assiste rima desses maluco de touca

Meu bolso só não ficava mais seco que meu bico
Evento de rico, eu bebendo agua da bica
E o produtor nunca pagava o prêmio prometido, alegando prejuízo sempre nos evento pica

Agora eu sou gerente do negócio, Xamã virou meu sócio, quebramos todos eles
A perna dos meus inimigos tremem, e hoje em dia só falta eles querer comprar meu sêmen

Isso é Rio de Janeiro, Zona Oeste, muito mais West do que o Kanye
Cês pode fazer o jogo que vocês quiser
Que no final nois vai roubar teu video game

Ei, já que você diz que é tão fácil chegar onde eu cheguei
Diz pra mim, porque você não ta aqui?
Cê não sabe o que eu passei, cê não sabe o que eu fiz
Cê não sabe o que eu sei, irmão, cê não sabe o que eu sei, irmão [2X]

[Xamã]
É o bonde do bigode fino
Metade Chico Buarque, metade Quentin Tarantino
E agora quem ta rindo?
O dono dessa porra! Eu mermo! É o filho do Al Pacino!

Naves espaciais são caravelas, vi extraterrestres brancos em 1500
Cachimbo da paz virou o cachimbo da guerra
Mataram meus soldados, com um simples movimento

O homem de pistola, ignora o quebra mola e cai pra dentro
Hoje, liricamente, eu matei 1400

Vingamos a sociedade dos poetas mortos
Srta. Dina Di e Sabota vivem em nossos corpos

(Ta eu, cu seco, Drumet, Power Rangel, Macaulay Culkin, Robert de Niro
Bagulho é doido, Neo Beats, Buddy Poke, Xamã)

Hocus pocus, atividade aí no Ford Focus
2P não pode vim, Neo Beats de binóculos
Fumando mini brócolis, beija flor que trouxe meu amor ficou lá em Nilópolis

Me olha igual polícia, mas é mó delícia
44, porra, tu não viu as notícias, a cintura dela, areia movediça

Eu sou manguin mandela, jogador profissa
Seu amor, sequela, seu bicho preguiça

Professor favela, profissão artista
No redescobrimento, eles disseram "terra a vista"

Ai, mãe, tem um bandido na minha track
Ela disse: O moleque, que isso, aleluia!

Mc Xamã, Planet Hemp, funk, buia
O dono dessa porra, com cabelinho de cuia

Black helicópters, in the sky, sou filho mais revoltado do seu pai
Hoje a babilônia cai, junto com sinal do wi-fi, vai, vai, vai

[Buddy]
Se achar que eu tenho algum caô contigo, pode me chamar, que eu desenrolo
Se eu tiver neurose contigo, melhor nem brotar, que eu não me controlo
Eu sou, Class A, Trem Of Gang, eu sou Damassaclan, 1Kilo e artista solo
Eu fecho com todo mundo que trabalha e se tu brotar na batalha eu te marolo

É que minha mãe ja me deu colo
E hoje em dia eu pego meu filho na escola
Quer me derrubar, mas você sabe que eu decolo
Eu não tenho culpa da tua mina na minha cola
Eu não vi ninguém ficando rico onde eu moro
Me desculpa se tua namorada me namora
Vários amigo meu tão de quadrada e gola polo
Peguei no microfone, pra não pegar na pistola

E as vezes, eu penso que eu sou só um menino
Mas eu lembro que eu tenho que ser adulto
E tem que ser sujeito homem, pra cuidar do meu menino

Que daqui a pouco cola com uma mina, que daqui a pouco é pai de outro menino
Que daqui a pouco ta fazendo rap e ta salvando a vida de outros meninos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Mc Xamã / Buddy Poke · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por VipGamer, Legendado por Vinícius
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.