Os Mandamentos da Vida

Cacique e Pajé

exibições 1.367

Fui nascido no interior numa casinha da palha
Aprendi desde criança que só vence quem trabalha
Quem tem fé e devoção os seus planos nunca falha
Pesando nessas palavras fiz da vida uma batalha
Mas nem sempre os vencedores
Recebem palmas e flores ou conquistam a medalha.

Já lutei com sacrifício pra poder sobreviver
Na longa escola da vida sei ganhar e sei perder
Num estouro de boiada senti a terra tremer
Já peguei mestiço a unha pra poder me defender
Neste mundo meus amigos
Aprendi ver o perigo sem precisar me esconder.

Já passei horas amargas perdido nas sertanias
Enquanto a sorte judiava mais eu me fortalecia
Meus prantos já misturam com a chuva que caia
Cheguei salgar a boca com suor que descia
Já matei minha sede
Com caldo de fruta verde que na mata existia

Já contemplei o luar pousando sobre a macega
O peso de uma cruz só calcula quem carrega
Mais o homem que trabalha tropeça, mas não sossega;
Renova sua esperança todas as vezes que escorrega.
Quem tem um objetivo
Luta enquanto está vivo, padece, mas não se entrega.

Tenho sofrendo bastante nunca pensei no pior
Cada vez mais eu sonhava com um futuro melhor
Quem colhe o que semeia sente um prazer maior
Os mandamentos da vida eu agora sei de cor
Hoje moro na cidade
E sinto a felicidade habitando ao meu redor.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir