exibições 1.532

Elegia do Amor

Camané


O meu amor por ti,
meu bem, minha saudade,
ampliou-se até Deus,
Os astros alcançou.
Beijo o rochedo e a flor,
a noite e a claridade.
São estes, sobre o mundo,
os beijos que te dou.


Todo eu fico a cismar
na louca voz do vento,
na atitude serena
e estranha duma serra;
no delírio do mar,
na paz do Firmamento
e na nuvem que estende
as asas sobre a terra.


Vivo a vida infinita,
eterna, esplendorosa.
Sou neblina, sou ave,
estrela, azul sem fim,
só porque, um dia, tu,
mulher misteriosa,
por acaso, talvez,
olhas-te para mim.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir