Faça login para habilitar sua assinatura e dê adeus aos anúncios

Fazer login
exibições de letras 140.697

Xambioá do Sertão

Canções de TFM

Anos 90, no Vale do São Francisco
Ações de guerrilha atormentaram o Velho Chico
Aterrorizaram em poucos anos
Morreu muito inocente e o soldado Luciano

Em pouco tempo, o terror cresceu demais
Pegaram o delegado e balearam os federais
Ô xambioá, ô xambioá
Lendas e glórias que agora eu vou contar

99, em Belém do São Francisco
Nascia uma equipe pra dar fim a Cleiton e Chico

Ô xambioá, ô xambioá
Orelha na forquilha e o velho Hermes a rastejar
Ô xambioá, ô xambioá
Geleia na água e o aleijado a comandar

E de início, os primeiros resultados
Zezinho foi pra tábua e Eduardo foi pro saco
Lá nos Brandões botaram pra torar
Morreu Manoelzinho, Osvaldão e Vavá

Assalto a banco na cidade de Pilar
Bahia pede apoio e a equipe vai para lá
Foi muita bala no sertão de Curaçá
Morreu Manoelzinho, Vasão e Isamar

A equipe era boa, mas teve prejuízo
Libânio morreu numa troca de tiro
Lá na Raposa, Charles foi baleado
E em Itacuruba, Cildeci foi emboscado

Mas a equipe não desanimou
Foi pro CPS e o serviço aumentou
A equipe foi pra serra e no rio deixou voz
Em Belém, com Zé Vieira, e floresta com Eloy

Chora, CIOE, chora de emoção
Matei Chico Benvindo na ilha da missão
Chora, CIOSAC, destemido e arretado
Matei Cleiton Araquan em Pilão Arcado

Ô xambioá, ô xambioá
Lendas e glórias que agora eu vou contar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Comentários

Envie dúvidas, explicações e curiosidades sobre a letra

0 / 500

Faça parte  dessa comunidade 

Tire dúvidas sobre idiomas, interaja com outros fãs de Canções de TFM e vá além da letra da música.

Conheça o Letras Academy

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.

Fixe este conteúdo com a aula:

0 / 500


Opções de seleção