Só aceito o veredicto do juiz pra minha gente
Se Deus em pessoa garantir seus antecedentes
Vai se foder com sua toga, arrombado!
Sou o Eduardo e sei o que cê fez nos verões passados

Madame, não adianta comprar cartão de orfanatos
Se tua omissão produz menor abandonado
Quem planta fome não se livra da UZI como carma
Pagando de santa puta doando cesta básica

Também quero corrigir o código de 40
Estipular pro grã-fino egoísta uma sentença
Capítulo 1 - disseminou a inanição
Capuz na cabeça e pow, pow no paredão!

Vou mandar pro vaticano email alarmista
Conheço 19 milhões de possessões demoníacas
Sem exorcismo, vão ligar para a secretaria de segurança
Cobrando do policiamento ampliação da matança

Comunico que o vídeo com refém, não é da Al-Qaeda
É outra produção independente da quebrada
Usar a cena do empresário da aviação que implora
Pra serem indenizados pela colonização predatória

Sou perigo porque sei que operação policial
Com saldo de trinta mortes é extermínio social
Sou perigo porque meus heróis combatiam a segregação
Enfrentando o jato d'água e pastor alemão

Mesmo com juiz querendo minha carne enjaulada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com a polícia me querendo na cova rasa
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com playboy querendo minha mente alcoolizada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com político querendo minha voz silenciada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!

Quem segue a trilha da avareza no novo inferno de dante
Tem que estocar próteses pros próximos implantes
Rezar pro bico seguir o z4 no ato heroico
Pra não acabar desaparecido e ter velório simbólico

Se o fator financeiro não influencia
Porque na Finlândia não tem resgate em delegacia?
Quando o milagre econômico é de verdade
Mãe não tenta vender recém-nascido em maternidade

Quinhentos anos se passaram, e ainda o invasor
Dá espelhos em troca dos nossos bens de valor
Por um salário estratégico compram sua saúde
Sua liberdade, de brinde, levam sua juventude

Por meio dessa afirmo que o país dos belos gols
Só te deixa vencer etapas da escala de Glasgow
Meter o cortador atros no copo da construtora
Em 20 anos devolvem sua coordenação motora

Faxina não é black walder do boy na classe e
É matar o bisto que vende cura falsa do HIV
É jogar do helicóptero a foto do marginal
Faz 9 em 10 do gueto ter processo criminal

Se pedir igualdade fere a lei de segurança nacional
Pode vim força tarefa e delegado geral
Permaneço contra quem nos faz render o motorista
Até que a carga seja entregue na rede varejista

Mesmo com juiz querendo minha carne enjaulada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com a polícia me querendo na cova rasa
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com playboy querendo minha mente alcoolizada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com político querendo minha voz silenciada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!

Se tiver outra encarnação quero voltar assassino
Pra montar abajur com pele de político
Vou fazer igual o Mc faz com rebanho bovino
Facão no pescoço com condenado ainda vivo

Violento não é o rap, é a primeira dama em ação
Roubando da merenda pra comprar ração
Tirou do aluno para dar pro Lulu da Pomerânia
Devia engolir cem sacos de Eukanuba grama por grama

No circo show não sou um Jim Jones moderno
Que conduz com mentira seguidores pro inferno
Se não fosse a pressão internacional
Seríamos nós, e não os Beagles do Instituto Royal

Sabe quando vamos ter ônibus espacial?
Quando idade ativa no morro não for pra maca de metal
Quando não vermos o terror no olho do esquartejado
Colocado pelo "Steve" descaracterizado

Boy me deixa feliz saber que seu tumor
Será curado pelo sabotado que cê fuzilou
Pra você desejo a morte lenta e dolorosa
Sem efeito da anestesia intravenosa

Realmente nos enquadramos na luta de classes
Relatada nas obras de Karl Marx
Luta significa agressão mútua
Não povo dizimado em silêncio por filhos da puta!

Mesmo com juiz querendo minha carne enjaulada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com a polícia me querendo na cova rasa
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com playboy querendo minha mente alcoolizada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!
Mesmo com político querendo minha voz silenciada
Continuo expondo sangue da guerra não declarada!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Carlos Eduardo Taddeo. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Flávio. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts