exibições 928

Avezinha

Carmelo Teresina


Avezinha, vítima de amor,
Aonde está agora o Teu Senhor ?
Escondido estas Senhor, sob nuvens tão escuras,
Ó meu Sol, Doce Astro do Amor!
Não és águia, não, avezinha
Mas dela tens, olhos e coração.

Avezinha, de extrema pequenez,
Quão imperfeita és!
O que fazer depois de tantos desmandos?
Porque te deixas desviar do teu Senhor,
E molhas tuas plumagens, entretendo-te
Com ninharias desta terra?

Avezinha, retorna ao teu Amado Sol,
E abre as asinhas molhadas
Aos raios benfazejos, geme como a andorinha,
No meigo cantar, abandona-te.

Atrai o amor Aquele que não veio,
Chamar os justos, e sim os pecadores .

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir