Aquele mano, aquele mano ele se foi pra nunca mais volta
Aquele mano, aquele mano agora é só lembrança, agora é só tristeza

Ele foi só mais um dos que foram daqui (Infelizmente, Infelizmente)
Mais um finado.
Ele foi só mais um dos que foram daqui (Na guerra das ruas)
Esteja com Deus.

D.A.$
Tristeza e alegria, periferia, tudo é demais, revolver na mesa,
A morte é certeza, demais um patrício escravo do pó, sentença sem dó
Num Mundo ta só, pivete que corre, o corpo é do pai, a mulher que sai
Olha pro céu, joelho no chão, implora pra Deus, só mais um irmão.

Z.R
Perdido nas trevas, morra na guerra, o mal contra o bem, alguém diz amém

DA$
Caralho é caixão, foi sem noção de tudo aqui, revolver se pá
Só vai se iludir, como existir no mundo da morte 6 da manhã
Ouço latino, um cara no chão morto com tiro uma tia que corre
Começa a chorar, mixa sei lá, o demônio na noite faz o que quer, usa seu mano
Empurra o álcool, a arma, o pó, induz a matar, tem cara que diz:
"Foda-se ai" esquece que em casa deixou uma mãe, mulher criança sem esperança
Louco drogado, achado jogado. Morrer é normal, se pá é soldado. Vivo e Velado
Eu rezo pra Deus pra ele voltar, pra volta do lar...

{Refrão}
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Mais um finado.
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Esteja com Deus. (x2)

(Convidado)
Nossa oração aliado, tambor carregado, tiro disparado, a mãe olha pro seu filho
Que agora é finado. A São Paulo que eu conheço é assim:
Infelizmente uma guerra sem fim, alguns parentes tentam te animar
Mas o seu pai nunca mais vai voltar
Eterno conflito entre a polícia e a favela, nunca acaba esta guerra
Nunca acaba esta guerra!
Moleque te enquadra no farol, sem saber, se vai conhecer
A verdadeira TV, é falta de dinheiro, maluco, talvez falta de informação
Mais um finado meu irmão, mais um finado meu irmão.
{Refrão}
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Mais um finado.
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Esteja com Deus. (x2)

(DA$)
Só mais uma prece parceiro, bem longe do mal, da grade da morte
Eu quero mais sorte a todos os manos
(X.A)
Só loco velado embarca no barco chegado, dispensa o revolver
O crack, a farinha, se passa o cartel a vaga no seu é só promessa!
Mata não interessa, o mano que sai dos tiros liberado, condicional
Só pro role, sem se envolver, muita amizade, má intenção.
"Mesclado na mão pra ele apontado, fala que não" (DA$)
Muita loucura viagem pra lua, os truta bem louco, morte rolando
Fuja Maluco, a treta é assim!...
(DA$)
Não chore por mim, o crime embaçou ow a oração,
Só mais um caixão, com mais um irmão.

{Refrão}
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Mais um finado.
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Esteja com Deus. (x2)

(Z.R)
Se liga quebrada Franco, Morato, treta e boato
Fim de bocada morte do mano tire a canção voz de prisão,
Revolver na mão, ta na disparada, preso sem nada, já sinto a P.T,
Pague pra ver, atire você, no mundo do mal, escuro e sem Deus, só vejo quebrada,
Treta risada, puta parada, se pá to tretada,
É foda parceiro morrer por dinheiro nariz na farinha,
Boca no crack puta ou ladrão sabe o que quer
Respeito da mulher dos filhos da mãe deixou, o trono é pra que,
Viva bem mais você é capaz,
Melhore a quebrada estude, trabalhe, esqueça o revolver as putas o dinheiro,
Reze por ti peça perdão numa oração

{Refrão}
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Mais um finado.
Ele foi só mais um dos que foram daqui
Esteja com Deus. (x2)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts