Peço-te encarecidamente
Uma carta ou um presente
Pra eu seguir em frente
Mas só depois

Quero olhar de novo a sua cara
De vilão ou de canalha
Ou outra coisa que valha
Pra só depois
Ver o meu sorriso encantador

Peço-te um pouco de dinheiro
O que dirá o meu espelho
Quando me ver tão cheio de opiniões?

Chega de bobagem
Pelo amor de Deus
Me dá uma dosagem
Pra próxima viagem
Pra suportar
Só pra eu dançar mais uma vez

Mas não quer dizer
Que eu nunca mais vou rir
De tal situação
Com cara de vilão

Mas não quer dizer
Que eu nunca mais vou rir
De tal situação
Com cara de vilão

Peço-te um pouco de dinheiro
Que dirá o meu espelho
Quando me ver tão cheio de opiniões
Chega de bobagem, pelo amor de Deus
Me dá uma dosagem
Pra próxima viagem, pra suportar
Só pra eu dançar mais uma vez

Mas não quer dizer
Que eu nunca mais vou rir
De tal situação
Com cara de vilão

Mas não quer dizer
Que eu nunca mais vou rir
De tal situação
Com cara de vilão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: André Silveira · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Débora, Legendado por raposo
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.