Ô lerê... hoje o coro vai comer
Meu amor tá me esperando... e eu nada de aparecer
Ô lará... o culpado é o ganzá
O pagode pegou fogo... e o fogo nada de apagar

Como quem não quer nada... o samba começa devagar
Firmou a batucada... aí começou a embalar
Eu que estava passando... só parei pra olhar
Mas sem resistência, fiquei e cantei... não saí do lugar

Esqueci minha amada... tenho que me mandar
E o fogo nada de apagar... lerê
Quando é samba de roda... eu levo só na palma da mão
Quando é partido alto... aí eu arrasto o pé no chão

Não consigo ir embora... quando ouço Cartola
Folhas secas de uma Mangueira que eternizou
Esqueci minha amada... o bicho vai pegar
E o fogo nada de apagar, lerê

Ô lerê... hoje o coro vai comer
Ô lará... e o bicho vai pegar
Ô lerê... o pagode vai ferver

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir