Vivo bebendo tornei-me um ébrio
Porque o destino mudou a minha sorte
O teu carinho não mais me importa
Meu coração te esqueceu pra sempre
Em minha vida fostes um tormento
Que destruiu e arruinou minha alma
Eu quis matar-me por teu carinho
Porém pensei resolver com calma

Eu, eu que tanto chorei por teus beijos
Eu, que sempre te amei sem mentiras
Só, só o que posso é te dar é desprezo
Eu, eu que tanto te quis nesta vida

Uma cigana leu minha mão
Que com o tempo me adoraria
Esta cigana que tudo adivinha
Mas tua vida já não é minha
O meu destino segue outro rumo
Sem alegria hoje vivo bebendo
Se hoje me queres se agora me estranhas
Eu te desprezo pra te ver sofrendo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: José Alfredo Jiménez / Juracy Rago · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lincoln
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.