Quando cai a tarde que o sol vermelho morre no horizonte
Meu coração chora,por quem vive agora distante daqui
Depois que o sol desce a lua aparece
Por detrás dos montes
Eu recordo a hora, a maldita hora
Que eu te perdi

Éra uma tarde triste como essa, embaçada e calma
Que senti na alma, essa amargura que não tem mais fim
Como é sentida a paixão doida que trago na alma
Quem jurou o mundo de amor profundo
Esqueceu de mim

Quando o sol vermelho, morre no poente
O meu peito sente a dor da paixão
De que me adianta eu comprar passagem
E seguir viagem, se dentro do peito
Levo sua imagem, feito tatuagem no meu coração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Benedito Seviero / Ronaldo Adriano · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Celso
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.