Pé de Bode

Cezar e Paulinho

exibições 49.990

Para provar que não se brinca com quem pode
Eu comprei um pé de bode e saí firme na pista
Dei um rolê, testei ele na cidade
E na sexta-feira à tarde fui pra Baixada Santista

Com o pé de bode lotadinho de mulher
No maior do aranzel, serra abaixo eu dirigia
Faltou o freio numa curva da estrada
E então a mulherada começou a baixaria

Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Veja em nossa frente o tamanho do buraco
Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Se o pé de bode cair, nós vamos tudo pro saco

Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Veja em nossa frente o tamanho do buraco
Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Se o pé de bode cair, nós vamos tudo pro saco

Domingo à tarde, todos de bunda queimada
E a cabeça pesada de cachaça até a tampa
Então peguei meu pé de bode possante
Fui ao posto, enchi o tanque, revisei ele na rampa

Quando eu voltava subindo a serra lotado
Dirigindo apertado igual a um pinto no ovo
A mulherada me abraçava e me espremia
E o pé de bode já ia para o buraco de novo

Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Veja em nossa frente o tamanho do buraco
Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Se o pé de bode cair, nós vamos tudo pro saco

Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Veja em nossa frente o tamanho do buraco
Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Se o pé de bode cair, nós vamos tudo pro saco

Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Veja em nossa frente o tamanho do buraco
Puta que pariu, pisa no freio, Zé
Se o pé de bode cair, nós vamos tudo pro saco

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Dony Fieria / Praense · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Magda, Legendado por Franklin e Anderson
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.