É outro dia
Outra vez
Posso ver o horizonte dessa paisagem modificada
Agora hà rosas onde,em tempos atrás,
Muitos corpos tombaram.

E este céu nunca foi tão triste.
Este chão nunca viu alegria.
Não sei dizer se o que vejo hoje
É o que já vi um dia.

Nada é ilusão se posso realmente acreditar
Ter outra chance
Ter meu futuro em minhas próprias mãos
Sem ter de esperar
E ver o firmamento desabar
Num mar da mais completa ingratidão.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir