A Puta (Tem Quem Me Ama)

Conrado e Aleksandro

exibições 51.828

Em cima da minha cama tem um edredom
Uma pasta preta e um violão marrom
Eu sentado à esquerda com pose de Buda
Muda o dia da semana e a vida não muda
Um pijama azul-piscina meio desbotado
Um controle cinza em preto, um gravador ligado
Um copo de água, e um de leite com café
Um telefone sem fio, um chinelo sem pé

Vai o dia vem a noite, mais uma semana
Durmo sozinha largado em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Vai o dia vem a noite, mais uma semana
Durmo sozinha largado em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Um jogo de resta um, um tapete no chão
Dois cãezinhos sobre o movél da televisão
Um anél de pedra verde, um abajur lilás
Sobre o movél que comprei nas lojas Marabraz
Uma porta arreganhada pra entrar o vento
Uma bolsa semi-aberta com tranqueira dentro
Um ventilador de teto com dois fios longos
Não refresca e é cabide pra por pernilongo

Vai o dia vem a noite, mais uma semana
Durmo sozinha largado em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Vai o dia vem a noite, mais uma semana
Durmo sozinha largado em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Você pode me odiaaaaar, mas tem quem me ama

Vai o dia vem a noite, mais uma semana
Durmo sozinha largado em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Vai o dia vem a noite, mais uma semana
Durmo sozinha largado em 2 metros de cama
Não Importa, eu não ligo se a vida me engana
Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Você pode me odiar, mas tem quem me ama

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir