Assim que te despes
As próprias cortinas
Ficam boquiabertas
Sobre a luz do dia

Os teus olhos pedem
Mas boca exige
Que te inunde as pernas
Toda a luz do dia

Até o teu sexo
Que negro cintila
Mais e mais desperta
Para a luz do dia

E a noite percebe
Ao ver-te despido
O grande mistério
Que há na luz do dia

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Custódio Castelo / David Mourão Ferreira. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts