exibições 141.414

Unicamente

Deborah Blando


Vem sentir a era das águas
O velho tempo terminou
Somos filhos da mãe natureza
Ventre do total amor

Segue-se a história
Herdada de Atlantis
Todo começo é o caos
A raça humana, eterna mutante
Nasce ao plano astral

Raiou o sol
Que haja luz no novo dia
A voz da fé
É a sombra que te guia
Eu vou buscar
No silêncio do teu mar
Linda sereia
Odoia, Iemanjá

Nas ondas que lavam a terra
Vem tecendo um espiral
Tom sereno que pulsa no mantra
Do teu canto sideral

Deusa da fonte, rede gigante
Espelho do eterno altar
Dom da visão, do voo distante
Sonho pra nos lembrar

Raiou o sol
Olha o mar, que alegria
Sentir você
É viver em harmonia
Eu vou buscar
Pedras brancas pra te dar
Linda sereia
Odoia, Iemanjá

Vem sentir, somos divinos
Grãos de areia da razão
Num só corpo de única mente
Escolhemos free will zone

Esse é o motivo, incerto destino
Tempo é uma ilusão
Íris da noite
Ela revela a próxima dimensão

Raiou o sol
Que haja luz no novo dia
A voz da fé
É a sombra que te guia
Eu vou buscar
No silêncio do teu mar
Linda sereia
Odoia, Iemanjá

Raiou o sol
Olha o mar, que alegria
Sentir você
É viver em harmonia
Eu vou buscar
Pedras brancas pra te dar
Linda sereia
Odoia, Iemanjá

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Deborah Blando · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Felipe, Legendado por Pedro
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.