Foto do artista Dércio Marques

Canto Dos Ipês Amarelos

Dércio Marques


na cabeça do tempo
eu plantei um Ipê amarelo
bem no centro da vida
eu finquei o meu mastro de ferro
e na palma da mão
do meu pai
vi o mundo de perto
minha irmã me cantava
as canções que eu viria
cantar pra vocês
ói eu aqui viu
veja de novo e crê
que nao tem mais mistério a criação
meu canto é claro
e agora Aissa diz
pai me bote
na palma de sua mão
eu também quero ver
este mundo de perto

***

Ô dandei..
Olha o vento que brinca de dandar
Ele vem pra levar as andorinhas
E quem sabe a canção pra uma janela
Saciar o ipê que se formou
E roubar suas flores amarelas

Senhor vento
Eu não quero ser primeiro
Mas preciso uma ponga pelo ar
Quero ser bandoleiro como vós
No balanço do mar poder cantar

Vou levar o meu circo colorido
Vou armar bem pra além das ilusões
Vou contente acenar pro continente
E dandar nas porteiras das canções...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir