Há esperança para o ferido
Como árvore cortado, marcado pela dor
Ainda que na terra, envelheça a raiz
E no chão, abandonado, o seu tronco morrer

Há esperança para o ferido
Como árvore cortado, marcado pela dor
Ainda que na terra, envelheça a raiz
E no chão, abandonado, o seu tronco morrer
Há esperança pra você

Ao cheiro das águas, brotará
Como planta nova, florescerá
Seus ramos se renovarão
Não cessarão os seus frutos e viverá

Há esperança para o ferido
Como árvore cortado, marcado pela dor
Ainda que na terra, envelheça a raiz
E no chão, abandonado, o seu tronco morrer
Há esperança pra você

Ao cheiro das águas, brotará
Como planta nova, florescerá
Seus ramos se renovarão
Não cessarão os seus frutos e viverá

Ao cheiro das águas, brotará
Como planta nova, florescerá
Seus ramos se renovarão
Não cessarão os seus frutos e viverá

Seus ramos se renovarão
Não cessarão os seus frutos e viverá
Viverá

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Ana Paula Valadão Bessa. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Isabela. Legendado por Orlando. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog