Quem foi que falou que eu não sou um moleque atrevido?
Ganhei minha fama de Djonga nos rap de roda
Fico feliz em saber o que fiz pela música, faça o favor
Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou

Também somos linha de frente de toda essa história
Eu lembro do tempo do rap sem grana e sem glória
Não se discute talento, mas seu argumento, me faça o favor
Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou

E a gente chegou muito bem
Sem desmerecer a ninguém
Trazendo no peito muito preconceito e um certo desdém
E hoje em dia eu posso dizer
Que essa música é minha raiz
Tá chovendo de gente que fala de rap e não sabe o que diz

Por isso vê lá onde pisa, respeita a camisa que a gente suou
Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou
E quando pisar no terreiro, procure primeiro saber quem eu sou
Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir