Foto do artista Dominguinhos

Xote das Meninas (part. João Bosco)

Dominguinhos


Mandacaru quando fulora na seca
É o sinal que a chuva chega no sertão
Toda menina que enjoa da boneca
É sinal que o amor já chegou no coração

Meia comprida
Não quer mais sapato baixo
Vestido bem cintado
Não quer mais vestir timão

Ela só quer
Só pensa em namorar
Ela só quer
Só pensa em namorar

De manhã cedo já tá pintada
Só vive suspirando, sonhando acordada
O pai leva ao doutor a filha adoentada
Não come, nem estuda, não dorme, não quer nada

Ela só quer
Só pensa em namorar
Ela só quer
Só pensa em namorar

Mas o doutor nem examina
Chamando o pai do lado, lhe diz logo em surdina
Que o mal é da idade e que pra tal menina
Não tem um só remédio em toda medicina

Ela só quer
Só pensa em namorar
Ela só quer
Só pensa em namorar

Mandacaru quando fulora na seca
É o sinal que a chuva chega no sertão
Toda menina que enjoa da boneca
É sinal que o amor já chegou no coração

Meia comprida
Não quer mais sapato baixo
Vestido bem cintado
Não quer mais vestir timão

Ela só quer
Só pensa em namorar
Ela só quer
Só pensa em namorar

De manhã cedo já está pintada
Só vive suspirando, sonhando acordada
O pai leva ao doutor a filha adoentada
Não come, num estuda, num dorme, num quer nada

Porque ela só quer, hum!
Porque ela só quer
Só pensa em namorar

Mas o doutor nem examina
Chamando o pai do lado, lhe diz logo em surdina
Que o mal é da idade e que pra tal menina
Não tem um só remédio em toda medicina

Porque ela só quer, oh!
Mas porque ela só quer, ai!
Mas porque ela só quer
Oi, oi, oi! Ela só quer
Só pensa em namorar

Mas porque ela só quer
Só pensa em namorar
Ela só quer
Só pensa em namorar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Zé Dantas / Luiz Gonzaga · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Alan, Legendado por Sarah
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.