Corre mais que os abec 7, back
A gente sente a mente mais veloz
Nós somos os moleque que nasce e cresce
Com a obrigação de ser sagaz
Mas não pra fazer mais do que os outros
Sei que habilidade é pra poucos

Os que passam sufoco
E arriscam o pescoço
E por alguns escrotos, chamado de louco
Eu não sou, eu tô
Eu não falo, eu faço
Eu não gosto, eu amo,
Eu não rimo, eu canto
Eu não aviso, eu vou
Vou buscar no braço o que é nosso

Agradeço,
E ofereço mais uma pro santo
E um abraço pros fracos
Pois nós somos cruéis (falem de nós)
Vai ter que ser pilaco
Pra colar com os reais
São poucos amigos reais
Mas entre um milhão de apertos de mão
Roupas até que legais
Mas seu caráter não vale um tostão

Eu não compro a sua ideia
Não quero platéia
Nem a sua limusine de vidro filmado
Basta uma estufa
Uma conta estufada
Uma casa, um pivete
E uns boot mocado

Obrigahhhhh
Obrigahhhhh
Pra aqueles que são lado a lado...
Aos inimigos o mesmo recado...
Shhhh
Fuck the haters!
Don
E dj caíque no beat
Tra tra!
Obrigahh

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog