A Scenery of Loss

The winds of a dying dream, a tempest unveiled
Once again arcane rain fell - cold, sorrowful and so frail
O, those weeping times, all of my life's a lie
An endless torrent of anguished tears' o behold my cry

The affliction of a stained creation becometh my tragedy
Lachrymose is the light - touching the buried again
O, this scenery of loss always present within me
Afar into the obscure I wish I now could soar

Even though he stole my pride - I stand above his lies
Even though I oceans cried - and sailed them far and wide
My star shall ever shine

Drifting endlessly deep in darkened streams
The inharmonious looms
In my doleful ocean lies the love I've lost
For heaven, my sorrow

Devour my soul as I enter the dark and cold
Fallen from heaven's domains - God's vengeance unfolds
This scenery of loss, a ruined empire of dismay
A pathway of decay leading afar and always astray

Even though he stole my pride - I stand above his lies
Even though I oceans cried - and sailed them far and wide
My star shall ever shine

Homage he has from all - but non from me
I battle it against him, as I battled in highest heaven - through all eternity
And the unfathomable gulfs of hades, and the interminable reals of space
And the infinity of endless ages... All, all, will I dispute

Um Cenário de Perda

Os ventos de um sonho moribundo, uma tempestade revelada
Novamente a arcana chuva caiu - fria, triste e tão frágil
Ó, aqueles tempos chorosos, tudo em minha vida é uma mentira
Uma interminável torrente de lágrimas angustiantes, ó, contemple-me chorar

A aflição de uma criação manchada tornou-se minha tragédia
Lacrimosa é a luz - tocando o sepulcro novamente
Ó, este cenário de perda sempre presente dentro de mim
Longe dentro do obscuro eu queria agora poder voar alto

Não obstante ele roubou meu orgulho - eu estou acima de suas mentiras
Não obstante eu oceanos chorei - e viajei por sua longitude e imensidão
Minha estrela sempre brilhará

Correndo infinitamente profundo em correntezas obscuras
Os teares desarmônicos
Em meu lúgubre oceano jaz o amor que eu perdi
Pelo paraíso, minha tristeza

Devore minha alma enquanto eu entro no escuro e frio
Caídos dos domínios do paraíso - a vingança de Deus manifesta-se
Este cenário de perda, um arruinado império de desânimo
Um caminho de decadência guiando para longe e sempre perdido

Não obstante ele roubou meu orgulho - eu estou acima de suas mentiras
Não obstante eu oceanos chorei - e viajei por sua longitude e imensidão
Minha estrela sempre brilhará

Homenagem ele tem de todos - mas não de mim
Eu batalho contra ele, como eu batalhei no mais alto paraíso - através de toda a eternidade
E os incomensuráveis abismos de Hades, e os intermináveis reinos do espaço
E o infinito das eras ilimitadas... Tudo, tudo, eu disputarei

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Johan Ericson / Anders Jacobsson / Draconian · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Marcelo, Traduzida por Henrique
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.