exibições 12.196
Foto do artista Draconian

The Solitude

Draconian


The Solitude

While stars outspread the night-time watch
And wind through darkened treetops swirl
I slowly bow my frozen features
In grief, in sadness and in woe
In grief, in sadness and in woe

In solitude forever
(Forever I see, forever I hear
Forever I smell, forever I taste
And forever I feel the solitude)

No voice, no hand of human source
Can reach me in this place
Though fallen figures closely passes
And invites me into somber dance
This somber dance

Cold and desolate my soul turns grey
And alone I witness the neverending day
My wasted dreams lie silent and dead
Within this darkened tears I shed
This darkened tears I shed

In solitude forever

So lonely I stand on this tortured cliff
Hearing distant cosmic echoes calling
Beckons me to decline this withered beauty
And leave this lie to greet the night
The night without, without an end

(The solitude)
This solitary life
Maybe I should just end it all
Yes, I should just end it all

A Solidão

Enquanto assisto as estrelas estendidas a noite
E o vento entre as escurecidas copas das árvores rodopia
Eu lentamente distorço minhas frias características
Em pesar, em tristeza e em angústia
Em pesar, em tristeza e em angústia

Eternamente em solidão!
(Eternamente eu vejo, eternamente eu ouço
Eternamente eu cheiro, eternamente eu degusto
E para sempre eu sinto a solidão)

Nenhuma voz, nem mãos de origens humanas
Podem me alcançar neste lugar
Contudo figuras caídas passam perto
E me convidam para a dança sombria
Esta dança sombria

Fria e desolada minha alma torna-se cinza
E sozinho eu contemplo o dia sem fim
Meus sonhos devastados jazem silenciosos e mortos
Dentro dessas lágrimas escuras que eu derramo
Estas lágrimas escuras que eu derramo

Eternamente em solidão!

Tão solitário eu permaneço nesse penhasco torturado
Ouvindo distantes ecos cósmicos chamando
Acenam-me para abandonar esta beleza esfacelada
E deixar esta mentira para cumprimentar a noite
A noite sem fim

(A solidão)
Esta vida solitária
Talvez eu devesse acabar com tudo
Sim, eu deveria acabar com tudo!

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Anders Jacobsson / Draconian / Andreas Karlsson / Andy Hindenäs / Johan Ericson · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Marcelo, Traduzida por Henrique
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.