exibições 5.216
Foto do artista Draconian

Rivers Between Us (feat. Daniel Anghede)

Draconian


Rivers Between Us (feat. Daniel Anghede)

Where is the world I saw in your eyes?
It lived through the night then whispered goodbye
The cuts on your skin, the red in my eyes
This winter inside is crushing me now

I am alone, I am scorn
I can't remember to forget you
I just weather the storm

The love that I had it drowned in the tide
Stirring the waters where hearts lay bare
The cuts on your skin, the red in your eyes
Enfolding this shame into despair

Drift like a cloud and flow like water, seeing that all life is a magnificent illusion; a plane of energy
And that there is absolutely nothing to be afraid of
Fundamentally
You will be afraid on the surface
You will be afraid of putting your hand in the fire
You will be afraid of getting sick
But you will not be afraid of fear
Fear will pass over your mind like a black cloud will be reflected in the mirror

Let me take the noose from our necks and carry us home
Still so alive even after you die - transcending with time
We're just two cripples who fail to belong
Yes, we're just two cripples
But we need to hold on

From this flesh my spirit longs to break away
Did you ever feel this cosmic circumstance
Was never enough?
Wake me slowly, if ever at all
Wake me slowly or watch me fall

The life that I had is gone with the tide
watch me fall!
Another deception I whisper goodbye
The cuts in my flesh the red in your eyes
watch me fall!
These demons inside they die with me now

Rios Entre Nós (part. Daniel Anghede)

Onde está o mundo que vi em seus olhos?
Ele viveu durante a noite e sussurrou adeus
Os cortes na sua pele, o vermelho em meus olhos
Este inverno interno está me esmagando agora

Eu sou solitário, eu sou o escárnio
Não consigo me lembrar de te esquecer
Eu só enfrento a tempestade

O amor que eu tinha se afogou na maré
Agitando as águas onde corações se expõem
Os cortes na sua pele, o vermelho em seus olhos
Envolvendo esta vergonha em desespero

Flutue como uma nuvem e flua como água, vendo que toda vida é uma magnífica ilusão; um plano de energia
E que não há absolutamente nada para se temer
Fundamentalmente
Você terá medo na superfície
Você terá medo de por sua mão no fogo
Você terá medo de ficar doente
Mas você não temerá o medo
O medo passará sobre a sua mente como uma nuvem negra será refletida no espelho

Me deixe pegar a corda de nossos pescoços e nos levar para casa
Ainda tão vivo mesmo depois de você morrer - transcendendo com o tempo
Nós somos dois aleijados que falharam em pertencer
Sim, nós somos dois aleijados
Mas precisamos nos apoiar

Desta carne meu espírito anseia para fugir
Você já sentiu como se esta circunstância cósmica
Nunca fosse o suficiente?
Me acorde lentamente, de uma vez por todas
Me acorde lentamente ou observe minha queda

A vida que eu tinha se foi com a maré
Observe a minha queda!
Outro engano eu sussurro adeus
Os cortes na minha carne, o vermelho em seus olhos
Observe a minha queda!
Estes demônios internos; eles morrem comigo agora

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir