exibições 73

Não Sou Objeto

Duduca e Dalvan


Deitada na cama a porta do quarto você ouve abrir
Ao me ver entrar você fecha os olhos fingindo dormir
E quando lhe abraço você ignora a minha presença
Porquê não me diz sobre o nosso amor o que você pensa

Que vida é a nossa que triste dilema
O nosso problema não tem solução
Não vou aceitar o que você quer
Ser minha mulher por obrigação

Que vida malvada vamos dar um jeito
Assim não aceito pois não está certo
Eu não lhe comprei nem lhe fui vendido
Sou o seu marido não sou objeto

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Peao Carreiro / Selma Navarro · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por lincoln
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.