exibições 573

Realidade

Duduca e Dalvan


Meu amigo, sente aqui junto comigo
Ouça bem o que lhe digo
É verdade, pode crer

A sua esposa que jurava ser sincera
Ela não lhe considera
Está traindo você

Eu ia passando em frente à sua janela
Vi outro abraçando ela
Trocando juras de amor
E eu olhando aquela grande traição
Senti no meu coração
Por você uma grande dor

E foi por isso que vim aqui lhe encontrar
A verdade lhe contar
Mas lhe peço que não chora

Você é homem, dê isso por esquecido
Mulher que trai o marido
O jeito é mandar embora

Só que lhe peço
Não me pergunte quem é
Quem beijava sua mulher
É meu amigo também

Assim cheguei à triste realidade
Que só existe a falsidade
Que ninguém é de ninguém

Assim cheguei à triste realidade
Que só existe a falsidade
Que ninguém é de ninguém

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir