Não Atirem No Pianista

Dulce Quental

exibições 430

A vida é um jardim
E você é a flor
A vida é um campo de centeio
E você é o trigo

E você é aquela pintura de Van Gogh
E às vezes eu sou o corvo
E às vezes eu sou um sol louco

Quando o céu esconder as estrelas, da nossa culpa
Não atirem no pianista por causa da cantora
A face sombria da lua dá o bote
Quando a lua é mais forte

Mas se a culpa é a culpa da culpa
Há sempre uma fuga, uma viagem no tempo
A morte rápida ou o longo amor

Mas se a culpa é a culpa da culpa
Há sempre uma saída,
Com as palavras ser tão exata
Como um golpe que mata
Ou um beijo que afaga

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir