Lucerito Alba

Lucerito Alba

Mombyry güi nico ayü
Ajhendú gallo sapucái
Ayajhe´ota mante querida
Che corazö co no aguantái

(estribillo)

Adios lucerito alba
Adios lucero porã
Porque nde nico repytama
Otroité rembi gozarã
Adios lucerito alba
Adios lucero porã

Acribí ndeve una carta
Jha nde ne re contestái
Rerecogui otro amante
Chejhegüi nde resarái
(estribillo bis)

Upeva upe nde amante
Ne conseguí tarö catueté
Eyopy mína ne corazö
Ne mandu´á anga cherejhé
(estribillo bis)

El día que ché amendá
Ta ipú triste la campana
Porque ché nico ya ajháma
Hasta la tumba de mi alma.

Letra y Música: Eladio Martínez

Colabora: pa'i Nilo Zárate

Lucerito Alba (Tradução)

Alba Lucerito

Nico Gui ajuda Mombyry
Sapucaí galo Ajhendú
Manutenção querida Ayajhe'ota
Não co Che aguantái shell

(Refrão)

Lucerito madrugada Adeus
Porã estrela Adeus
Porque única nde repytama
Rembi Otroité gozam
Lucerito madrugada Adeus
Porã estrela Adeus

Acribia ndeve uma carta
Ne re nde contestái Jha
Rerecogui outro amante
Nde Chejhegüi resarái
(Refrão) um

Nde upe Upeva amante
Ne tem taro catueté
Ne minha armadura Eyopy
Ne Mandu'ara anga cherejhé
(Refrão) um

No dia ché alterar
Ta sino triste ipu
Porque única e ajháma ché
Para o túmulo de minha alma.

Palavras e Música: Eladio Martinez

Contribuir: Zárate Nilo Pa'i

tradução automática via Revisar tradução
Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Enviar

Posts relacionados

Ver mais posts