exibições 548

Estátuas

Eletro


Os grandes nomes antigos perdidos pra sempre
Sufocados pelo bronze bem no meio da praça
Tentam lembrar que o passado não é tão distante
Tentam lembrar o que houve aqui antes do nada
São heróis de guerra
Padres assassinos, até reis
Refletindo, em pedra, o final
Únicos remanescentes do que um dia foi o homem
Nomeiam ruas e avenidas a apontar pra ontem
Estampam em verde e cinza-chumbo a solidão de hoje
E alertam, reluzindo bem no meio da rua:
"O futuro acontece agora
E a pouco eles viram você
Um corpo estendido que jaz
Uma voz que chegou ao fim"

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Artur Nabeth / Manfredo Junior. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog