Sou Negro Sim

Eliana De Lima

exibições 10.012

Sou negro sim
Não tenho vergonha não
Desde a abolição
Que eu luto

Sou negro sim
Não tenho vergonha não
Desde a abolição
Que eu luto

Luz, luz do cometa luz
Reluz sobre nossas cabeças
A minha cor
Não deve influir no nosso amor
Porque o negro é nascido da flor
Vá, diga pra eles que a cor da pele é limpa demais
Contra a opressão e o desnível social
A discriminação, geral

Sou negro sim
Não tenho vergonha não
Desde a abolição
Que eu luto

Sou negro sim
Não tenho vergonha não
Desde a abolição
Que eu luto

Luz, luz do cometa luz
Reluz sobre nossas cabeças
A minha cor
Não deve influir no nosso amor
Porque o negro é nascido da flor
Vá, diga pra eles que a cor da pele é limpa demais

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir