exibições 72.652

Pai, já bati em tantas portas,
Com minha alma angustiada,
E ninguém abriu pra mim.
Pai, de madrugada eu não dormia,
Perturbações me invadiam,
Cheguei pensar: chegou ao fim.

Pai, oh quanta dor em minha alma,
Oh por favor me dá a calma,
Senhor eu quero te servir.
Pai, dá-me de novo o teu Espírito,
Vem socorrer-me estou aflito,
Minha esperança está em ti.

Pai, cansado estava de sofrer,
Viver sem ti é não viver,
É ilusão, é ser ninguém.
Pai, fui escravo em tanto tempo,
Igual palha levada ao vento,
Assim fui eu longe de ti.

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir