Medley Falso Brilhante

Elis Regina

exibições 358

(Música desconhecida)
Já fui pobre, já fui jornaleiro
Hoje tenho o meu casal
Rude lida enfrentando altaneiro
Conquistei meu ideal
Graças graças ao cruzeiro do trabalho bom fanal
Hoje vivo ledo e audivo
Nesta terra abençoada
Nesta pátria
Minha amada

Mede o gado, reponto, cavalo
Oh, regalo! Sou feliz!
No conforto da paz, a família feliz
Na alegria que a frase bem diz
Ah ah ah ah doce paz
Ah ah ah ah ar feliz
Ah ah ah ah
Como é bom viver assim a cantar
Sou feliz!

(O guarani)
Do sol aos raios fúlgidos ao céu de puro anil
Erguendo o vulto atlético num gesto varonil
Da américa do sul o filho mais gentil
Aqui se ostenta intrépido o colossal brasil

(Uno)
Si yo tuviera el corazón
El mismo que perdí,
A olvidar el que ayer
Lo destrozó
Y pudiera amarte
Me abrazaría a tu ilusión
Para llorar tu amor

(Olhos verdes)
Vem de uma remota batucada
Numa cadência bem marcada
Que uma baiana tem no andar
E nos seus requebros e maneiras
Na graça toda das palmeiras
Esguias de altaneiras a balançar!

(Singin' in the rain)
I'm singin' in the rain
Just singin' in the rain
What a glorious feeling
I'm happy again
I'm laughing at clouds
So dark up above
The sun's in my heart
And I'm ready for love

(Nel blu depinto di blu (volare))
Volare...oh, oh!...eh!
Cantare...oh, oh, oh, oh!
Nel blu, dipinto di blu
Felice di stare lassù

(Hymne a l'amour)
Le ciel bleu sur nous peut s'effondrer
Et la terre peut bien s'écrouler
Peu m'importent les grand problèmes
Mon amour puisque je t'aimes

(La puerta)
La puerta se cerró detrás de ti
Y nunca más volviste a aparecer
Dejaste abandonada la ilusión
Que había en mi corazón por ti

(Gira, gira (yira, yira))
Verás que tudo é mentira
Verás que nada é amor
Que os outros pouco se importam
Gira... Gira...
Mesmo vencido na vida
Mesmo gemendo de dor
Não esperes nunca um auxílio
Uma ajuda, ou um favor

(Diz que tem)
Ela diz que tem
Diz que tem, diz que tem
Diz que tem, diz que tem
Diz que tem, diz que tem
Diz que tem
Tem pele morena e o corpo gentil (febril)
E dentro do peito o amor do brasil

Cantei em são paulo, cantei no pará
Tomei chimarrão e comi vatapá
Eu sou brasileira, minha raça não nega
Que a minha bandeira é verde e amarela

(Canta brasil)
Brasil, minha voz enternecida
Já dourou os teus brasões
Na expressão mais comovida
Das mais ardentes canções

Também, na beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Aquarela do brasil
Eu cantei de norte a sul

(Aquarela do brasil)
Abre a cortina do passado
Abre a cortina do passado
Tira a mãe preta do cerrado
Bota o rei congo no congado
Brasil, pra mim
Brasil, pra mim

(Canta brasil)
No céu, no mar, na terra
Canta brasil, canta brasil!
(Oba!)

No céu, no mar, na terra
Canta brasil, canta brasil!
(Oba!)

No céu, no mar, na terra
Canta brasil, canta brasil!
(Oba!)

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir