Desconsidere a razão
Desobedeça o coração
Nas voltas que vão dando os dias
Desparafuse a construção

Descontinue a tradição
Desaproprie esse galpão, e por que não?
Nas horas simples de alegria
Desconfigure essa equação

Desconsidere a razão
Desobedeça o coração
E na bagunça dessa vida
Se jogue em meio à confusão

Desorganiza esse cordão
E desagrave a ilusão, e por que não?
No colorido da avenida
Se jogue nesse turbilhão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Paulo Miklos / Sérgio Britto · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Erickson
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.