Licença aí, quebrada
É o emerson que tá na cena fazendo tudo ao contrário
Do que esperava o sistema
Meteoro cai no gueto, é o som que vem das ruas
Ligeiro com os pé de black, distante das viaturas
Sou o rap nacional do Norte ao Sul do país
Realizando meu sonho, aquilo que sempre quis

Represento minha quebrada, irmã Dulce ó nós aqui
A nossa família é grande, é nós por nós até o fim
Deixa o zé povinho falar, seja o que você quiser
Segue aí o seu caminho, mas nunca perca a fé
Que Deus, sim, Ele é por nós, nosso guia nunca dorme
Te dá forças pra lutar, pra amanhã tu ser mais forte

O nosso cotidiano, meu mano, não tá legal
Voltando tarde do trampo e apanhar de policial
Que pensa que o povo pobre vai entrar em desespero
Se nós tá tratando bem, é por que nós tem respeito
Viu aí a diferença entre o respeito e o medo?
Respeito é pra quem tem, medo é o que nunca teremos
Sistema vai se fuder, tua alegria afunda
Quando vê os favelados nas fotos de formatura

E o meus salve é pra geral, tamo junto quebrada
E quem não acreditou, tô firmão nas caminhada
O mundo dá com uma mão e toma com as duas, mano
Quando cê perceber, tá embaixo dos escombros
Numa cadeia abarrotada passando veneno

Os cara só vai dar valor quando tiver no sofrimento
Esquece, quem diz ser teu parceiro nem aparece
E o teu crânio furado, parceiro é pro solo que desce
Depois, só sofrimento pra tua família
Ele foi tarde, assim que vai dizer tua quadrilha
Olhos que brilha, quando tiver na frente da quadrada
Corpo sem respiração é encontrado dentro da mata
Um aperto no peito da mãe ao ver seu filho
Trocou tiro com a Rotam hasta la vista foi crânio partido
Eu jão eu digo, só tem coroa sofredora
O seu filho alvejado por que correu atrás da boa
Dinheiro de crime é maldito, marca do cão!
Os irmão se envolvendo numa vida que é só ilusão
E nós narrando a real do dia a dia

Zé povinho tirando dizendo que é apologia
Apologia? Que nada caralho, só as verdades!
Narro as panelas vazia e os globo aberto em duas partes
E tá na hora, o meu plano já coloco em ação
Com mensagens positivas pra alcançar os coração
Pro moleque que pensa no crime, vá estudar
Faça sua mãe sorrir, não faça ela chorar
No segundo dia de novembro, velas clarêa
A lápide dos moleque que pensou que o crime é brincadeira
No segundo dia de novembro, velas clarêa
A lápide dos moleque que pensou que o crime é brincadeira

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts