Drogas são drogas homem é homem,
Os dois se combinam os dois se consomem,
Olhos abertos consciente da dor,
Quem diz se meu amigo foi quem me indicou,
De dia eu durmo de noite acordado,
Nas esquinas das ruas todo alucinado,
Boa sensação sentir o cheiro da rosa,
Prefere me ferir com espinho que brota,
De olho em meus passos o povo é quem diz,
Basta me olhar e ver um homem infeliz,
Aos poucos alegria fugia do rosto,
Era presente no fundo do poço,
Vitima da dor coração que apodrece,
Neurose na noite atitude enfurece,
Lutava com mundo encavava quem for,
Tanta coragem quase a morte levou,
Versos são versos diversos na vida,
Basta ouvir rap e ler os salmos da bíblia,
Eu tenho problemas e vocês têm os seus,
Acredito em mudança confio em Deus.

É meu parceiro é tudo desse jeito,
Drogas no morro cocaína no meio,
De uma nova historia eu lembrei de bons momentos,
Do lado de uma mina que agora ta no erro,
Tudo pelo errado começou pelo mesclado,
O tobogã pro inferno já estava preparado,
É tudo muito simples esta é a real do mundo,
Às vezes tristeza quero trocar de assunto,
Não da pra esquecer e nem fingir que não viu nada,
Depois de três tiros gritos e lagrimas,
Mas escapou por um fio disse que vai mudar,
Quero acreditar, mas desse jeito não dar,
Sinto a tua falta ainda lembro de você,
Tanto futuro desperdiçado e eu me pergunto por quê?

Desgraça em nossas vidas desculpa a palavra,
Sigo as estrelas nunca encontro nada,
Consciente da dor sei o que eu fiz,
Caminho das drogas deixa o homem infeliz.

O vicio suja alma peço ajuda quem que pode,
O homem valoriza o outro só depois da morte,
Difícil eu to ligado pense o que quiser,
As lagrimas de um homem escorrem quando não a fé,
Tentações e desejos sei o que eu sinto,
Nessa guerra eu sou meu próprio inimigo,
Escravo do vicio o futuro era incerto,
Transformei em um ser rastejante do deserto,
Entrei no túnel não envergava mais a luz,
Sofrendo internado por conta do SUS,
Diversos amigos tentaram me abalar,
Nas visitas pelas noites planos pra voltar,
Como é bonito o brilho de uma flor,
Só que eu me sentia aquela que murcho,
Na vida de um homem sempre tem virada,
Só não esqueça que não julga um livro pela capa,

A gente é assim vai na empolgação,
Às vezes no embalo perco noção,

Se fez parte da historia guarde o rancor,
As drogas não escolhem por aparência ou pela cor,
A gente pensa e diz que nada acontece,
Mais o homem tem vícios e coração se apodrece,
Famosos também vão por impulso,
Exemplos foram Cássia Eller e Renato Russo,
Aqui estou assumo e dou a caras,
Agora com cautela luto contra as minhas falhas,
De noite eu durmo vem o pesadelo,
Na hora que eu acordo fracasso do guerreiro,
Se juntei e lutei de frentes com as tropas,
Infelizmente perdi a guerras pra drogas.

Desgraça em nossas vidas desculpa a palavra,
Sigo as estrelas nunca encontro nada,
Consciente da dor sei o que eu fiz,
Caminho das drogas deixa o homem infeliz.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir