exibições 984
Foto do artista Fernando Tordo

Chegam Palavras

Fernando Tordo


Em cada tarde desta vida que escolhi
Deste tempo feito aqui
Há um momento que estremece
É um carteiro que como um barco em viagem
Se não tem voz de paragem
Navegou desaparece

Em outras tardes nesta casa feita cais
Vejo um navio de sinais com pilotos de aventura
Estendem amarras que são parte doutra gente
Prendo tudo e de repente
É o mar alto da leitura

Chegam palavras
Chegam recados
Chegam saudades que enternecem
Chegam palavras
Chegam recados
Chegam amigos que não esquecem
Dentro das cartas
Com as palavras
Chegam sementes que florescem

O barco parte desta vida que escolhi
Fico estivador aqui sempre à espera do regresso
O "mensageiro" que é meu navio predilecto
Leva o meu chão e o meu tecto
Para trazer o que lhe peço

Quando voltar cá estarei no meu lugar
Cá estarei sempre a acenar
Quero ser o seu vigia
Se não parar é porque nada me trouxe
Não fico triste acabou-se
Digo-lhe até qualquer dia

Faltam palavras
Faltam recados
Faltam saudades que enternecem
Faltam palavras
Faltam recados
Faltam amigos que não esquecem
Dentro das cartas
Com as palavras
Faltam sementes que florescem

Chegam palavras
Chegam recados
Chegam saudades que enternecem
Chegam palavras
Chegam recados
Chegam amigos que não esquecem
Dentro das cartas
Com as palavras
Chegam sementes que florescem

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir